As labaredas de plasma gigantes do Sol continuaram ininterruptas durante 2013 e 2014

Cientista James MacDonald

Desde os anos 60, alguns poucos cientistas, como o Decano do Instituto de Física Atmosférica da Univ. do Arizona, dr. James McDonald, têm sacrificado suas vidas e carreiras para tentar efetuar um merecido "avanço da Ciência", o qual tem sido mantido desde os anos 50 em perfeito estado de Veto Obscurantista e Inquisitorial...

James E. McDonald foi um dos cientistas de peso que denunciaram as manipulações do Painel Robertson (CIA-USAF, 1953) e Relatório Condon (Univ. do Colorado, 1966), que foram tentativas fraudulentas, e mal dissimuladas, para se abafar os depoimentos de vários oficiais da Aeronáutica dos EUA, e depois de vários cientistas, sobre a movimentação dos “discos-voadores” nos espaços atmosféricos do habitat terreno... Como crise institucional, o processo atravessou 15 anos, com a CIA se intrometendo na Força Aérea, a Casa Branca alheia, a NASA sendo apontada como a instituição responsável pela “questão científica”, a ONU mostrando interesse, os civis ianques organizando comitês de pesquisa dissidentes da versão oficial, e a NASA não aceitando ficar com o “peixe”, segundo o prof. McDonald.

O Físico McDonald fez exposição na Sociedade dos Editores de Jornais em Washington, em abril de 1967, e na ONU em junho seguinte, denunciando as pressões contra os cientistas sérios. Havia ficado claro que o Relatório Condon era resultado de uma encomenda feita a um cientista inescrupuloso e a soldo da CIA. McDonald defendia a tese de que os “ovnis” eram o “maior problema científico de nosso tempo”. McDonald e outros cientistas usavam a expressão “ovni” como resultado de depoimentos positivos da Força Aérea e seus pilotos, que estavam sendo censurados. Porém, eles estavam longe de propor alguma tese inicial de interpretação. A questão foi parar numa Audiência no Congresso em 1968, proposta pelo N.I.C.A.P., que só foi aberta depois de várias censuras, e na qual McDonald, e o dr. Allen Hyneck, deram seus depoimentos. Em 1971 McDonald, segundo a versão policial registrada, teria se suicidado com uma pistola. [1]

 

Cientistas

Os Cientistas desfrutam de uma posição curiosamente sacerdotal em nossa sociedade. Recebendo bons salários, e tendo carreiras garantidas pelo Estado em cada país, os Cientistas Profissionais, quase sempre, com exceções, não se sentem obrigados a fornecer esclarecimentos à sociedade sobre suas "pesquisas" luxuosas, a não ser de modo casual e diletante. A realidade eclesiástica dos Cientistas está muito distante da realidade do "homem comum", de modo que não é necessario, nem condizente, dar explicações detalhadas ao vulgo. E é assim que os Homens-de-Ciência, quando são chamados a emitir veredictos sobre "problemas científicos que afetam a sociedade" ... têm seus veredictos consumados como atos de pura autoridade jesuítica... [3]

 

Corpo Azulão

Depois de estarem disponíveis para o distinto público durante meses, estes arquivos de fotos do Corpo Azulão [pág. seguinte] [4] foram simplesmente DELETADOS pela "Nasa", isto é, por alguém de sua "Diretoria". Levando-se em conta que estes arquivos foram, de início, inseridos por Cientistas Profissionais, o que está acontecendo??

Quem mandou apagar os arquivos?? Por que os Cientistas Profissionais põem as fotos, porém "sem comentários" ou maiores explicações??

Se o Corpo Azulão está em fotos de satélites da Nasa que foram publicadas e depois deletadas - isso não é plena evidência da significatividade do Corpo Azulão??

 

[C.M. Barroso 2014-15]